quinta-feira, 26 de junho de 2008

Agora Mirian Dutra volta?

Na foto Mirian Dutra entrevista Adriane Galisteu.

Uma rara imagem da repórter Miriam Dutra, mãe do filho fora do casamento do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, que a TV Globo fez questão de exilar no exterior para que nada acontecesse a candidatura de FHC à presidência em 1994.
Aliás, não foi somente a Globo que a escondeu. A informação do filho de FHC circulou por todas as redações naquele período, mas ninguém, dos ditos veículos “bons” de jornalismo, teve a coragem de abordar o assunto. Diziam que era assunto pessoal.
Vale lembrar que em 1989 os mesmos veículos destruiram o então candidato Lula explorando o caso pessoal de sua filha.
Neste vídeo, Miriam Dutra entrevista a irreconhecível Adriane Galisteu, namorada de Ayrton Senna na época do fatídico acidente, para o Globo Repórter do dia 06/05/1994.



8 comentários:

Anônimo disse...

só agora a história apareceu...

Salete Lemos disse...

Olá Anônimo
O filho já completou 18 anos!!!
Este post foi feito qdo a Dª Ruth morreu. Portanto antigo.
Obrigada pela visita e comentário.

Anônimo disse...

Como os meios de comunicações no Brasil é tendencioso, o Lula este mesmo meio de comunicação esplorou a sua paternidade fora de um relacionamento e quanto a FHC eles se calaram , pq, havia interesses maiores, mas a historia venho a tona e o povo saberá jugar. Será se o Serra tb não tem um fora? Fica ai a minha pergunta.

Salete Lemos disse...

Será?... Se bem que tem gente pra tudo...rs.
Obrigada pela visita e comentário.

Anônimo disse...

Quem explorou o caso da Lurian foi o hoje aliado do Lula, Fernando Collor, (diz um pouco sobre o caráter dos dois), quando botou o depoimento o depoimento da Miriam Cordeiro no horário político quatro dias antes da eleição. Aí o escândalo era grande demais pra ser ignorado por qualquer veículo.

Ontem o G1 da Globo noticiou o filho do FHC, o que devia ter feito assim que descobriu o fato, anos atrás.

Salete disse...

Concordo com vc.
Obrigada pela visita e comentário.

Anônimo disse...

Se volta ou não,não tem nenhuma importância. O que importa - e bastante - é o fato do Bastardo vier a "servir" o nosso país como diplomata, visto que está cursando Relações Internacionais nos E.U.A. Não devemos deixar que ervas daninhas como essa se proliferem. Erbicida nelas!!!

Salete Lemos disse...

Concordo com vc.
Obrigada pela visita e comentário.