sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

‘Aliens’ vivem entre nós, afirma cientista

Alienígenas podem estar vivendo aqui, na nossa Terra de acordo com um professor da Universidade Estadual do Arizona (EUA). Segundo Paul Davies, nosso planeta pode abrigar algumas formas de vida estranhas – que não vivem da maneira com a qual estamos acostumados. Essas criaturas representariam um novo conceito de existência biológica.
A “shadow life”, como os cientistas a chamam (algo como vida sombria), pode estar escondida em lagos de arsênico tóxico ou, até mesmo, no fundo dos oceanos. Davies, em uma conferência, pediu à comunidade científica a realização de uma expedição na Terra, para analisar ambientes hostis e procurar novas formas de vida.
Segundo o professor, essas criaturas podem estar até mesmo na mesma sala que nós – não as vemos porque não as reconhecemos ainda. “Não precisamos ir até outros planetas para encontrar formas de vida estranhas” declarou Davies.
“É razoável a idéia de uma biosfera sombria aqui, na Terra. Só que ninguém se deu ao trabalho, ainda, de procurar. O porquê eu não sei. Os custos seriam inferiores àqueles que gastamos procurando por extraterrestres” argumenta o professor.
O simpósio no qual Paul Davies apresentou suas idéias, era voltado à idéia de que a vida na Terra pode “ter evoluído mais de uma vez”.
Os descendentes dessa segunda gênese podem viver entre nós até hoje – não os conhecemos pois vivem em uma biosfera diferente da nossa, inacessível, pois nossos processos biométricos seriam muito distintos.
Até mesmo nossos microscópios seriam incapazes de detectar essas formas, já que os aparelhos estão configurados para perceber seres “normais”.
Há duas possibilidades na teoria da vida sombria: ou ela está isolada em nichos além do nosso alcance, desertos, lagos salgados, lagos de arsênico, etc. Temos uma lista enorme de lugares em que eles podem estar localizados.
A outra possibilidade é que a vida sombria está a nossa volta, convivendo conosco. Nesse caso seria extremamente difícil detectá-la, já que teríamos que separá-la completamente do resto do ambiente.
A descoberta de uma forma de vida alternativa seria a prova de que criaturas podem surgir fora dos moldes que conhecemos. Se a vida sombria for detectada, significa que a gênese ocorreu duas vezes, de formas distintas, no mesmo lugar, na Terra. Daí para a verdadeira vida alienígena é um pulo.
Se admitirmos que possam existir organismos que sobrevivam em condições adversas para as formas de vida baseada em carbono, as possibilidades de planetas que poderiam ser povoados de civilizações e espécies desconhecidas aumentam incrivelmente. [BBC]

Fonte:http://hypescience.com/aliens-vivem-entre-nos-afirma-cientista/


2 comentários:

Hanish disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.